* finger food: dicas úteis e receita

Finger food é super-hot !! Todo mundo fala deles. Cada vez mais e mais as festas e recepções rendem –se ao charme sedutor dessas mini-guloseimas. Segue aí, então, uma receitinha de dar água na boca e um guia que irá auxiliá-los no que se deve ter em mente na hora de recepcionar seus amigos com finger food. It’s party time. Let’s go!







fotos:llunkes



dicas úteis para quem quer organizar uma finger food party

Uma finger food party, como o nome sugere, é qualquer tipo de recepção ou evento onde a comidinha servida não vai além de um punhado de deliciosas, coloridas e multiformes mini-porções que cabem, comodamente, entre o polegar e o indicador ( fingers, by the way ). O convidado deve ser capaz de trucidar a guloseima em questão de uma ou duas mordidas, no máximo. E foi-se. Nééééxt !!!

Pois bem. Para que o seu rendezvouzs de mini-bocados seja, então, um sucesso, segue abaixo um guia que o auxiliará na logística do que se deve ter em mente na hora de planejar uma finger food party bem bacana e evitar, assim, os indesejáveis estresses de marinheiro-de-primeira-viagem. Vamos lá?


1. Escolha um tema e mantenha-se fiel a ele.

2. Estipule a duração aproximada do evento. Esse dado definirá a quantidade necessária de comida e bebida para a ocasião.

3. O número de canapés por cabeça - a grande dúvida de quem organiza uma finger food party - é calculado da seguinte forma: servem-se aproximadamente 12 peças por pessoa para as duas primeiras horas do evento. A cada hora que vai além desse prazo, o número de unidades por pessoa fica entre 3 a 4 ítens. Após 3 ou 4 horas, seus convidados já estarão para-lá-de-satisfeitos. Se servir pastinhas sobre pães ou crackers, o cálculo é de 30 gramas por cada mordida.

4. Procure ter uma seleção de 4 a 5 diferentes tipos de canapés priorizando a variedade do menu. Mescle pescados, diferentes tipos de carnes, queijos, opções vegetarianas, doces, salgadas, etc. Utilize elementos contrastantes contrabalanceando os picantes com os suaves, os cremosos com os crocantes, os frios com os quentes, os doces com os salgados.

5. Mantenha a simplicidade e não complique demais na elaboração de cada canapé, mas surpreenda os presentes com um deles. Arrase neste!

6. Sirva os ítens frios primeiramente dando seguimento aos quentes. Reserve os primeiros ¾ de duração do evento para oferecer os bocados salgados deixando os doces para o tempo restante.

7. De um modo geral, quanto maior for o número de pessoas, menor será a quantidade de comida ingerida e maior será a carga de álcool acusada no bafômetro.

8. Tenha sempre em mãos um suprimento de emergência no caso de faltar comida. Pães, patês, queijos e pastinhas darão conta do recado.

9. Procure informar-se sobre as possíveis restrições alimentares de seus convidados . Você não ficaria nada feliz em ter que parar a sua festa, justamente quando ela atingiu a estratosfera, para descer das alturas e desovar no pronto-socorro o infeliz que era alérgico a nozes, mas, mesmo assim, se empanturrou de baklavas.

10. Na dúvida de que vinho servir para harmonizar com as micro-comidinhas, espumante é sempre a melhor opção. Mas sinta-se livre para servir qualquer tipo de bebida alcoólica. Para um evento de duas horas de duração, o cálculo aproximado é de uma garrafa de vinho ou espumante para cada 2 convidados. Ofereça bebidas não-alcoólicas concomitantemente e tenha um suprimento de água mineral disponível.

Acho que era isso, para começar. Não esqueça que a festa é sua e o importante é você também poder curti-la com seus amigos e convidados. Organize-se, então, para que isso seja possível. Faça listas. Listas de compras, lista de tarefas, lista de receitas, listas, listas, listas. Quanto mais você se programar e se antecipar, menores serão os erros e maiores as chances de sucesso. Não há nada pior do que ficar correndo de um lado ao outro durante o evento para apagar os incêndios provocados por uma organização deficitária. Tomando-se as devidas precauções, só restará relaxar e entrar na animação geral. Boa sorte!


Mini cheesecakes de queijo de cabra e ricota com abóbora e cebola caramelizada
(Rende em torno de 40 mini-porções)

Para a massa brisée

200 g de farinha de trigo peneirada
100 g de manteiga, cortada em cubos pequenos e gelada
Um ovo batido com 10 ml de água gelada
Pitada de sal
Pitada de açúcar
1 colher extra de água gelada, se necessário

Para o cheesecake

200 g de queijo de cabra boursin, à temperatura ambiente (*)
100 g de ricotta creme, à temperatura ambiente
1 ovo grande + uma gema, batidos
Pimenta preta moida a gosto

Para o topo

200 g de abóbora cortada em cubos minúsculos
2 cebolas grandes, fatiadas finamente
Sal e pimenta do reino
Óleo de oliva extra-virgem
1 folha de louro
3 colheres de sopa de cognac
Broto de cebola ou salsinha picada

Equipamento especial: uma forma de torta pie de 26 cm de diâmetro, um cortador de cookies de 3 cm de diâmetro, processador de alimentos

PREPARO

Faça a massa brisée

1. Ligue o forno à temperatura de 200 graus centígrados. Coloque a farinha, o sal, o açúcar e a manteiga gelada no processador. Dê alguns pulsos no motor até a manteiga encorporar e formar uma “areia grossa”. Ligue o processador no modo contínuo e acrescente o ovo batido. Levará apenas alguns segundos para um bloco de massa se formar de forma desprendida. Desligue e retire um pouco dessa massa e , com a ponta dos dedos, amasse um pouco para testar o “ponto de liga “. Se a massa ainda estiver seca e esfarelenta, ligue novamente o processador e acrescente a colher extra de água gelada. Desligue . Junte toda a massa formando uma bola achatada. Cubra. Leve à geladeira e deixe descansar por uma hora.
2. Depois de descansada, abra a massa com um rolo e ajeite-a na forma-pie. Não é necessário colocar massa nas laterais da forma. Fure o fundo com um garfo e leve à geladeira para mais uns 15 minutos.
3. Asse a massa no forno por uns 20 minutos , ou até ela ficar leve-éve-éve-évemente dourada. Retire do forno e deixe esfriar um pouco. Não desligue o forno.

Enquanto isso, faça o recheio de queijo

1. Num recipiente misture os queijos, os ovos e a pimenta.
2. Coloque os queijos sobre a massa pré-assada e espalhe de modo a obter uam superfície lisa e homogênea.
3. Leve o cheesecake de volta ao forno por mais uns 20 minutos ou até o momento que você perceber que o queijo está para começar a dourar. A idéia aqui é deixar o cheesecake com a cor branca ao invés de dourada. Retire imediatamente e deixe esfriar.

Faça o topo

1. Coloque os cubos de abóbora em uma forma refratária. Tempere com sal, pimenta do reino e óleo de oliva. Leve ao forno para assar por uns 15 minutos, ou até ficarem macios. Retire e deixe esfriar,
2. Numa panela de fundo grosso com fogo muito baixo coloque as cebolas fatiadas, o óleo de oliva , pitade de sal e o louro. Deixe cozinhar em fogo baixo até você perceber que as cebolas estão murchas e transparentes.
3. Levante o fogo para o seu máximo e deixe as cebolas caramelizarem, tendo o cuidado para não queimá-las. Vá acrescentando aos poucos o conhaque e um pouoc de água se necessário. Quando estiverem bem douradas, desligue e tempere com sal e pimenta. Reserve.

Na hora de servir

1. Com o cortador de cookies, corte as mini-cheesecakes. Sobre cada uma delas coloque um pouco da cebola caramelada, dos cubos de abóbora, o broto d ecebola ou salsinha picada e leve ao forno para aquecer por uns 3 minutos. Sirva e e vá colher os cumprimentos.


Planejando-se: você pode fazer a cheesecake e congelá-la por semanas. As cebolas e a abóbora se conservam bem na geladeria por até uns 5 dias. Ou seja, não haverá a menor necessidade de você se puxar demais no dia da sua recepção. Planeje-se com antecedência e tudo sairá perfeitamente bem.

(*) Você náo curte muito queijo de cabra? No problem : use somente o creme de ricota ou outro queijo mole ( como o mascarpone, ou o catupiri) para substituir a mesma quantidade do queijo de cabra. Mas não esqueça que você necessita de um total de 300 g de queijo.

****

2 comentários:

Rafael Lee disse...

Pessoal, realmente essas ideias sao o máximo, ótimas dicas e receitas, vou preparar aqui em casa rsrs!! Gosto muito de reunir os amigos em casa e fazer um bom jantar, e sempre o que faz mais sucesso é o estilo finger food, todos adoram. O difícil é encontrar as mini louças, no Brasil, mas achei um site bem bacana, que vale a pena conferir... www.jodecor.com.br - #ficaadica

Luciano Lunkes disse...

Legal, Rafael. Bom proveito e obrigado por visitar o pato!!